Restituição Imposto de Renda 2018

Restituição imposto de renda 2018 – Quando chega o momento de realizar a declaração, começa aquele clima tenso no ar. Pois muitas pessoas ainda não sabem como funciona os procedimentos e como devem agir nessa hora, para não cair nas garras do famoso leão do IRPF 2018.

Nesse artigo você irá encontrar todas as dicas de como se antecipar na sua declaração e posteriormente receber sua restituição do imposto de renda. Fique por dentro das informações e mudanças mais atualizadas sobre o IRPF. Confira Já!

Imposto de Renda 2018

Restituição Imposto de Renda 2018O imposto de renda foi criado no ano de 1922 por meio de lei sendo cobrado sobre os rendimento obtidos durante o ano de pessoas físicas e jurídicas. Seguindo de uma regulamentação que é administrada e fiscalizada pela Receita Federal.

Esse imposto cobrado sofre variações entre as pessoas pois é estipulado através da renda de cada um, onde quem ganha menos paga menos e ao ganhar mais deverá pagar um valor a mais do imposto. São levados em conta os ganhos como salário, alugueis e outros ganhos.

Todo ano uma boa quantidade de pessoas realizam uma declaração anual que comprova os rendimentos chamada de DIRPF, apresentar essa declaração é obrigatório para aqueles trabalhadores que tenham superado o rendimento do valor minimo que é definido pelo governo.

Quem fez a declaração com o valor maior do que o calculado tem direito de receber a restituição imposto de renda 2018, que é depositado direto na sua conta em determinados lotes.

Restituição imposto de renda 2018

Restituição Imposto de Renda 2018Esse valor é pago pela Receita Federal aos contribuintes que fizeram a declaração com valor a mais e que já estão em dia com o imposto, a restituição imposto de renda é paga em sete lotes entre os meses de junho a dezembro.

Ocorre alguns casos de que o contribuinte não tem direito a receber essa restituição pois com os descontos cobrem o valor e ficam livre do pagamento, mas existe casos que esse desconto não é suficiente para cobrir om valor que ficou devendo e ainda sim tenha que pagar o imposto.

Lembrando que:

  • A ordem de pagamento fica entre os que declararam primeiro;
  • Em seguida recebe idosos, pessoas com deficiência e doenças graves;
  • O valor é pago na conta cadastrada ao fazer a declaração;
  • O quantia é reajustada com base na taxa selic;
  • Começa a ser paga em junho até dezembro, dividia em 7 lotes.

Para saber o valor e a data que você irá receber é necessário realizar a consulta imposto de renda 2018. Veja a seguir como realizar esse processo rapidamente.

Consulta restituição imposto de renda 2018

A consulta serve para saber o valor e em qual lote a sua restituição do imposto de renda 2018 será paga. Tal quantia é paga pela Receita Federal a partir de junho e até o final do mês de dezembro.

Fazer a consulta imposto de renda 2018 é muito simples, basta seguir para o site da Receita com alguns dados pessoais. Aprenda a seguir:

Restituição Imposto de Renda 2018

  • Acesse o seguinte site www.receita.fazenda.gov.br;
  • Informe seu CPF;
  • Selecione o ano;
  • Complete com sua data de nascimento;
  • Digite o captcha (código de segurança);
  • Clique em “Consultar”.

Quem deve declarar imposto de renda 2018

O primeiro passo quando o assunto é Imposto de Renda 2018 é saber quem deve declarar, a Receita Federal criou algumas regras para que o contribuinte saiba como proceder.

Veja quais são esses critérios abaixo:


Requisito 01: Quem recebeu, no ano anterior, rendimentos tributáveis que somaram mais de R$ 28.559,70. Rendimentos relacionados a trabalho, aluguéis, pensões e benefícios se encaixam nessa categoria;


Requisito 02: Possuía, no ano passado, imóveis, veículos e outros bens acima do valor de R$ 300 mil;


Requisito 03: Obteve ganho de capital na venda de imóveis, veículos e outros bens sujeitos ao IR;


Requisito 04: Teve receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50;


Requisito 04: Optou pela isenção do IR sobre ganho de capital obtido na venda de imóvel residencial ao usar o dinheiro integralmente na compra de outro imóvel no Brasil, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda;


Requisito 05: Recebeu acima de R$ 40 mil em rendimentos isentos (como juros de poupança ou FGTS), não tributáveis (como indenizações em Plano de Desligamento Voluntário e outros tipos) ou tributados na fonte;


Requisito 06: Fez operações em bolsas de valores, de mercadorias e de títulos futuros, ou obteve ganho de capital com esses investimentos em 2017.


Declaração de imposto de renda 2018

No período aberto para realizar a declaração, será possível preencher as informações diretamente pelo site da Receita Federal. O preenchimento da declaração de imposto de renda 2018 deve ser feito com base nos dados informados nos comprovantes.

Será necessário ter alguns dados importantes em mãos o número da agência e da conta em que a restituição de imposto de renda 2018 será depositada.

Restituição Imposto de Renda 2018

Quem tiver dependentes precisa ter dados deles, como;

  • Nome completo;
  • CPF;
  • Data de nascimento;
  • Atividade profissional.

A declaração IRPF 2018 pode ser feita por você mesmo ou se quiser pode contratar os serviços de um contador, lembrando que terá que pagar.

Se optar por fazer sozinho, basta baixar o programa da Receita Federal no computador, onde você será orientado pelo sistema na hora do preenchimento.

O programa imposto de renda 2018 já está disponível para download ou pelo aplicativo disponível para dispositivos móveis.

→ Conclusão

Com base nesse artigo você viu que não é difícil se adequar aos critérios da declaração de imposto de renda, basta ficar atento ao prazo para realizar a sua e deduzir todos os valores certos e sem erros para se livrar o quanto antes e não haja dor de cabeça.

É aconselhável que seja feita com antecipação a separação dos documentos que irá precisar no momento de declarar o IRPF pois não é legal atrasar e ser castigado pelas multas. Seguindo as nossas dicas e informações você em breve receberá a sua restituição imposto de renda 2018. Boa Sorte!